FIBO | Saúde Visual
622
page-template-default,page,page-id-622,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Saúde Visual

Compreender a visão

A grande maioria dos seres vivos observa o mundo através de um orgão essencial: O olho. O olho humano funciona como uma máquina fotográfica ao deter as imagens dos objectos. Estas imagens são formadas sobre a retina. O cristalino acomoda-se em função das distâncias com o objectivo de reproduzir uma imagem nítida. Nos casos em que a imagem não se forma correctamente sobre a retina, a imagem surge desfocada e então a sua capacidade visual diminui, sendo necessárias lentes ou cirurgia para a corrigir.

As anomalias visuais e a sua compensação

Quando a visão fica desfocada significa que há um desvio de colocação da imagem a nível antero-posterior. Este efeito é designado por Ametropia e existem três tipos diferentes a considerar: Miopia, Hipermetropia e Astigmatismo.

Miopia 

O que é?

A causa da miopia deve-se ao facto do olho ser demasiado grande. Na miopia, a distância entre a córnea e a retina é exagerada. Neste caso, a imagem de um objecto colocado no infinito é focada à frente da retina, o que significa que os míopes vêm bem ao perto e apresenta problemas na visão de longe. Nos casos de um agravamento da doença, o míope terá mesmo que aproximar o objecto para conseguir identicá-lo com clareza.

A miopia é frequetemente detectada pela primeira vez durante a infância, sendo diagnosticada entre a infância e a adolescência.

 

Os principais sintomas são:

 

– Má visão ao longe
– Moscas volantes
– Fadiga Ocular
– Olhos grandes
– Franzir os olhos com frequência

 

Como se corrige?

A miopia corrige-se com lentes divergentes, normalmente conhecidas como negativas, que colocam a imagem sobre a retina possibilitando assim imagens mais nítidas.

Hipermetropia 

O que é?

A hipermetropia é causada pelo encurtamento antero-posterior do globo ocular, isto é, pelo facto do olho ser demasiado curto. A imagem é focada atrás da retina. “Esticam o braço para ler” , de forma a que a imagem se forme mais à frente e “caia” na retina”. O hipermétrope tem, geralmente, uma boa visão ao longe, mas não ao perto.

Um hipermetropismo ligeiro é frequentemente diagnosticado com exame oftalmológico, pois normalmente, as pessoas com esta anomalia podem ser capazes de ver claramente a todas as distâncias, mas podem ter que fazer algum esforço para ver objectos mais próximos com clareza. No caso de hipermetropias fortes, a visão não é nítida em qualquer a distância.

 

Principais sintomas:

– Esborratamento da visão
– Fadiga Ocular
– Cefaleias e dores peri-oculares vagas
– Vermelhidão ocular

 

Como corrigir?

A hipermetropia é corrigida com lentes convergentes, também conhecidas como positivas, que permitem que as imagens se formem nitidamente sobre a retina.

Astigmatismo 

O que é?

O astigmatismo é uma anomalia visual causada pelo formato irregular da córnea ou do cristalino. Existem diferentes refracções consoante os meridianos horizontal e vertical. Há dois pontos de focagem que se encontram em eixos diferentes.

Uma córnea normal é redonda e lisa, nos casos de astigmatismo a córnea apresenta uma forma ligeiramente oval em vez de ser arredondada. Normalmente os astigmatas tem uma visão desfocada, quer ao perto, quer ao longe.

 

Principais sintomas:

– Esborratamento da visão
– Alongamento da visão
– Astenopia

 

Como se corrige?

O Astigmatismo corrige-se com lentes tóricas em que a espessura da lente não é a mesma ao longo do seu bordo.

A diferença de espessura no bordo da lente é tanto maior, quanto mais alto for o grau de astigmatismo.

Presbiopia 

O que é?

A Presbiopia é um fenómeno natural, relacionado com a idade. É um processo natural que ocorre após os quarenta anos está inteiramente relacionado com a perda de elasticidade da cápsula do cristalino, esclerose do cristalino, aumento do volume do cristalino, hipoacomodação e perda de elasticidade do corpo ciliar.

 

Principais sintomas:

Semelhantes aos da hipermetropia ( necessidade de esticar o braço para ler, e após ler, cefaleias, olho vermelho, lacrimejo).

 

Como se corrige?

A presbiopia pode ser corrigida por vários tipos de lentes, sendo que a solução ideal será uma lente convergente.

A correcção pode ser feita com lentes progressivas, nomedamente, com lente superior neutra e lente inferior esférica para ver ao perto.

De forma a a saber quais são as lentes mais adequadas para cada caso torna-se necessário aoespecialista da visão fazer um estudo sobre os hábitos de lazer e profissionais do presbita.